quinta-feira, 11 de junho de 2009

Atraso

O Jornal Tribuna de Macau fecha, agora, a sua edição diária mais cedo, pelo que O Protesto, tendo estado presente na recepção-sauna do 10 de Junho no antigo Hotel Belavista, não conseguiu ficar pronto a tempo do fecho do jornal para sair hoje.

É, pois, um atraso por uma boa causa, apesar da manifesta falta do presunto Pata Negra na cerimónia (ou, então, os outros convivas foram uns verdadeiros alarves e comeram tudo antes de lá chegarmos).

Contamos ter a nossa crónica concluída a tempo de sair amanhã, sexta-feira. Gratos pela habitual compreensão dos nossos leitores amigos!

8 comentários:

Irene Abreu disse...

Oh amigo, chegou então muito tarde! A partir das seis, quando cheguei, havia uma "pata" inteira. Provei apenas uma fatiazinha e, de facto, às sete, já nem "sombra negra" havia...
Paciência, fica para o ano!
Abraço

Nuno Lima Bastos disse...

Confirma-se, então, a minha suspeita, cara Irene: são uns alarves! Em uma hora, despacharam uma pata de presunto!!!

Anónimo disse...

Alarves? Alarves? Haja paciência. Há muito presunto à venda em Macau

Nuno Lima Bastos disse...

Não leve a sério o que foi escrito em jeito de brincadeira! Mas tem razão: há muito presunto à venda em Macau. Daí a minha surpresa ao saber que o Pata Negra tinha sido todo consumido em cerca de uma hora. Em muitas idas ao antigo Belavista, nunca vira tal coisa...

Anónimo disse...

É da crise, há que fazer como o sr. dr. e ir a essas vernissages para comer a paparoca e beber um copito grátis...

Nuno Lima Bastos disse...

Fale por si, caro leitor, fale por si...

Anónimo disse...

Anónimos 2, Lima Bastos 0.

Nuno Lima Bastos disse...

Vejo que reina a boa disposição por estes lados. É isso que é preciso!