quinta-feira, 29 de maio de 2008

Jorge Pedreira no 10 de Junho

O Secretário de Estado Adjunto e da Educação, Jorge Pedreira, regressa a Macau para representar o Governo Português no próximo 10 de Junho, depois de já ter desempenhado esse papel há dois anos.

Como José Sócrates não enviou ninguém ao território no último Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, Jorge Pedreira acaba por fazer duas representações consecutivas, o que deve ser feito inédito.

Pelo menos, não tem desculpa para cometer nenhuma das habituais gaffes dos dirigentes lusitanos quando cá vêm, como chamar a Macau uma «região autónoma» (é o efeito da Madeira e Açores), a Edmund Ho «primeiro-ministro» ou aos membros da sua equipa «secretários de estado» ou «secretários-adjuntos» (isso era antes do handover)...

Actualização em 30 de Maio: segundo uma peça assinada por João Paulo Meneses no Ponto Final de hoje, o gabinete da Ministra da Educação desmente que Jorge Pedreira seja o representante do Governo Português nas próximas comemorações do 10 de Junho em Macau. Tenho que ter uma conversa séria com o meu amigo José Costa Santos, da Lusa...

2 comentários:

José Costa disse...

Pois como te disse não fui eu que enviei, noticiosamente claro, o secretário de Estado Jorge Pedreira a Macau. A lista de nomes foi divulgada em Lisboa e era esse o nome que constava para nos fazer companhia. Mas afinal já não vem, vá lá saber-se porque razão. Talvez seja da chuva que nos atormenta.

abraço

JCS

Nuno Lima Bastos disse...

E ainda não se sabe quem vai, então, representar o Governo Português em Macau no próximo 10 de Junho, pois não? Será que vamos ficar outra vez sem dignatário luso? Seria indecente!
Só vejo uma solução: desforrarmo-nos nos excelentes queijos e presuntos que as recepções do Belavista costumam ter!

Um abraço.