quarta-feira, 22 de abril de 2009

Discreto brinde da CTM

Sem anúncio prévio (pelo menos, que me tivesse apercebido), a CTM aumentou significativamente o tamanho das caixas de correio electrónico dos seus clientes da Internet: comparando os dois quadros - o de cima, de Novembro passado; o de baixo, de hoje -, podemos ver que estas passaram de uns míseros 24, 30 ou 60 megabytes para um ou dois reconfortantes gigabytes (2 GB no caso dos clientes com planos ilimitados e 1 GB nos restantes casos)!

É claro que não há mero altruísmo na actividade empresarial e presumo que o discreto brinde da CTM se deva à sua intenção de substituir as facturas em papel dos clientes por facturas electrónicas, poupando significativamente em custos administrativos e postais. Já o começou a fazer, aliás, mas ainda envia, em simultâneo, a factura convencional por correio, até porque a sua "iniciativa verde" está a enfrentar algumas resistências.

Uma delas era, precisamente, o reduzido tamanho das caixas de e-mail dos seus clientes, que depressa se enchiam, levando a que muitas facturas electrónicas não chegassem ao destino. Com caixas de 1-2 GB, esse risco torna-se quase negligenciável - e os clientes agradecem (o espaço extra, não necessariamente o e-billing...)!

2 comentários:

Irene Abreu disse...

Essa é boa! Nem fazia ideia dessa inovação! Será que esse "tratamento verde" destinava-se apenas e só a quem tem conta na "ctm.net"? E as pessoas que possuam contas do hotmail, gmail, yahoo etc, estão excluídas e continuam a receber as facturas em papel? Não é que a ideia não seja boa a de passarmos a receber as continhas via net, de facto poupam-se recursos humanos, mas deveria ser extensivo a todos os residentes... (o pior são aqueles que passam semanas ou meses sem abrir o correio electrónico)
Obrigada por todas estas novidades, é um blog que fazia falta. Abraço.

Nuno Lima Bastos disse...

Em Janeiro, a CTM enviou uma carta aos seus clientes da Internet, comunicando que ia substituir as facturas tradicionais por facturas electrónicas a partir de Abril, mas nada disse sobre o aumento das caixas de e-mail.

Julgo que a medida é apenas para os clientes dos serviços de Internet (e não os exclusivamente do serviço telefónico), porque só estes têm endereços electrónicos fornecidos pela CTM (e, logo, dela conhecidos).

É claro que uma pessoa pode ter conta no Gmail, no Hotmail ou no Yahoo e ser, simultaneamente, cliente da CTM (até porque esses serviços são só de correio electrónico; não fornecem o acesso à net). Nesse caso, será também abrangida pela nova medida, recebendo a factura através do seu e-mail da CTM (que pode configurar para reencaminhar as mensagens para outra conta. Eu fazia isso com a minha conta do Gmail quando ia de férias, uma vez que a da CTM era minúscula e enchia-se em dois ou três dias).

Um abraço e volte sempre!